Lana Del Lovers
Lana Del Rey - Freak

Recorrente reciclagem videográfica: todos os videoclipes reaproveitados

Com o lançamento de seu mais novo videoclipe para a faixa White Mustang, é perceptível que novamente uma mudança drástica foi feita na cronologia de lançamentos de singles no catálogo discográfico de Lana Del Rey. Resumindo: supostamente, as imagens de seu recente vídeo seria para Best American Record (Architecture), faixa vazada em fevereiro deste ano e que nem se quer chegou a ser incluída na tracklist oficial do disco Lust For Life.

Best American Record > White Mustang

Lana Del Rey - White Mustang

Pra quem ainda não sabe, Best American Record foi gravada após o lançamento do álbum Honeymoon (2015) e provavelmente entraria no disco subsequente, mas acabou sendo descartada assim como Yosemite. Em um vídeo postado em seu perfil oficial no Instagram, é possível ver um breve diálogo entre a cantora e o diretor do vídeo, Rich Lee, e ao ser questionada se realmente gostaria de mudar a música do vídeo, ela confirma.

Lembrando que não é a primeira vez que ela considera lançar oficialmente essa música. Durante uma apresentação na loja Amoeba Music, ela afirmou ter planos para lançar um disco com algumas das suas melhores faixas ”vazadas”, incluindo Best American Record. Nós já separamos uma matéria com maiores detalhes sobre essa faixa e você pode conferir clicando aqui.

Ultraviolence

Lana Del Rey - Ultraviolence

Quem se lembra do vídeo de Ultraviolence, lá em 2014, que foi gravado em Portofino, Itália, juntamente com seu ex-namorado Francesco Carrozzini? Obviamente, por se tratar da faixa-título do disco, na época o vídeo foi bastante criticado por não atender as expectativas dos fãs e pelo seu ar amador e totalmente improvisado.

O que poucos sabiam é que, de fato, o vídeo foi feito às pressas e realmente o original havia sido descartado. Assim como o vídeo de Honeymoon, que acabou surgindo na internet no ano passado, esse projeto mostra basicamente Lana Del Rey vestida de noiva caminhando em direção ao altar da capela de San Sebastiano, sendo, provavelmente, gravado em apenas um dia.

Ultraviolence > Freak

Lana Del Rey - Freak

Em 2015, a faixa responsável pelo fechamento da era Honeymoon foi Freak, que basicamente foi gravado em 2014 e que seria o videoclipe oficial de Ultraviolence. Assim como na música, o vídeo mostra uma seita comandada por Father John Misty, que contracena com Lana Del Rey ao longo de seus mais de 10 (dez) minutos de duração.

O motivo da troca nunca foi totalmente esclarecido, porém em entrevista à Rolling Stones, o produtor do álbum Ultraviolence, Dan Auerbach, declarou que a gravadora queria que Lana Del Rey trabalhasse com Paul Epworth, produtor de Black Beauty, já que a faixa era para ser o primeiro single. Como, supostamente, a cantora era contra, aparentemente, sua gravadora lançou a música sem o seu consentimento legal em alguns lugares, como na Alemanha.

A propósito, não é a primeira vez nessa era que a Interscope Records se envolveu com as visões de Lana. O vídeo original de Ultraviolence foi cancelado porque, supostamente, seria sobre o massacre de Jonestown, o que teria sido muito controverso. O vídeo original para a faixa, que era para ser o segundo single, foi completamente descartado até a cantora lançar a versão com Francesco Carrozzini.

Ultraviolence > Music To Watch Boys To > Freak

Lana Del Rey - Music To Watch Boys To

A emblemática cena das garotas na piscina que aparecerem a princípio em Music To Watch Boys To, eram, na verdade, parte do vídeo original de Ultraviolence, mas que foram engavetadas em 2014 e usadas em 2015. Além disso, elas também ilustram a parte final do videoclipe de Freak, e também aparecem ao lado de Father John Misty e Lana Del Rey ao longo do vídeo, mas dessa vez fora da piscina.

Jallison Campos

Para mais informações sobre a Lana Del Rey, não deixe de acompanhar o Lana Del Lovers nas redes sociais: