Lana Del Lovers
Lana Del Rey - Summertime Sadness

Summertime Hitness

Podemos considerar esse hino o mais tocado e promissor de todos os singles da Lana no ano de 2013. Quem diria não? É raro um single se manter tão bem nos Charts do mundo mesmo após 1 ano depois do seu lançamento oficial, mas vale lembrar que “Summertime Sadness” foi lançada como single em junho de 2012 na Alemanha e na Áustria. A princípio seria só um single promocional, mas claro que o meu single favorito tinha um potencial maior, e eu sempre soube disso.

O desempenho do single foi ”just ok”. Recebeu alguns discos de ouro em alguns países Europeus, liderou algumas paradas mundiais e está fazendo MUITO barulho agora nas pistas de dança com o remix (Cedric Gervais Remix), que garantiu sua primeira posição no top 10 da Hot 100 da Billboard. Acho que já podemos sonhar com um top 5 na Billboard!! O remix tem uma pegada mais High Tec, e foi produzido pelo DJ Cedric Gervais, que deu uma cara nova pro hit e trouxe Lana Del Rey para as pistas de dança de todo o mundo. Deve ser uma sensação maravilhosa poder se acabar na night ao som de “Summertime Sadness”, não acham? Além de trazer bons resultados no quadro de singles nos charts internacionais, essa edição da música também tem sido muito importante para melhorar o relacionamento entre o povo Americano e Lana, já que todos sabem que até pouco tempo a midía local estava empenhada em criticar todos os trabalhos de Lana, o que já não acontece com tanto intensidade quanto antes, embora o ponto de vista dela sobre isso não seja muito animador:

”Meu novo gerente, que eu nunca tinha conhecido antes, trouxe um relatório para me mostrar o quanto ‘Summertime Sadness” estava sendo tocada, muitas vezes em Los Angeles e em Nova Iorque. Mas são sinto que seja minha, porque fui negada por tanto tempo.’

O vídeo é maravilhoso, bem caseiro, com tons sépia, cenas fantasmagóricas e repletas de névoa e angústia, típico vídeo da sequência “Born To Die”, e a convidada mais que especial pra estrelar o clipe ao lado de Lana foi sua amiga Jaime King. As duas que estão sempre juntas, interpretaram um casal de amantes em crise e as cenas principais são alguns flashes de momentos felizes e tristes do relacionamento. O grande final é uma menção de suicídio, quando Lana e Jaime se jogam de uma ponte. No final, Lana reaparece caminhando em uma estrada sombria acompanhada de uma sombra. Bem dark e pós-morte o conceito geral do vídeo, mas o resultado final é incrível.